, , , ,

Saiba da importância de ter um site responsivo para seu negócio

Responsividade em dispositivos móveis

Imagine um smartphone com tela menor do que cinco polegadas tentando visualizar um site da web da mesma maneira que ele é visto na tela do computador. Não parece nada confortável ter que ficar trabalhando com zoom e scroll repetidas vezes para poder acompanhar o conteúdo, não é mesmo?

Por que ter um site responsivo?

Hoje, o mobile é uma realidade tão grande quanto o próprio desktop. Segundo dados de 2018 do IBGE, 69% dos brasileiros já têm acesso à internet via dispositivos móveis, enquanto os computadores contam com uma porcentagem de 38,8% de usuários no país. A cada ano que passa, cresce o número de domicílios conectados por mobile e cai o de desktops.

Se você é dono de seu próprio negócio, tem um blog ou e-commerce, contar com um site responsivo já é praticamente uma obrigação. Se seus usuários decidirem acessar sua página via mobile e ela não for otimizada, existe — segundo o Think With Google — 61% de chances de que eles simplesmente o deixem de lado devido à má experiência que você está proporcionando.

A experiência do usuário é importante

A usabilidade é um dos grandes pilares da experiência do usuário. Eu sempre digo que de nada adianta você desenvolver um site belíssimo, inovador e esteticamente atrativo se deixar de lado a portabilidade. Coloque-se no lugar de seu usuário e pense: o que você faz quando acessa via celular uma página que não é responsiva?

O Google favorece sites responsivos

Se você tem um site, com certeza quer que ele apareça nos primeiros resultados dos buscadores, certo? Bom, saiba que o Google favorece aquelas páginas que são responsivas, dando alguns pontinhos a mais no score e fazendo-as subir na lista e, consequentemente, aumentando o tráfego orgânico.

Quando a pesquisa está sendo feita via dispositivos móveis a preferência dos buscadores é ainda maior.

 

Nós, da Güte, desenvolvemos 100% dos sites de forma responsiva assim, a experiência do usuário será muito melhor quando o acesso for feito à partir de um dispositivo mobile. Vem com a gente!

Fonte: br.godaddy.com – Nadjine Terhoch

,

Dicas de como aplicar uma entrevista comportamental

entrevista-comportamental

Todos os profissionais, em algum momento de sua carreira, provavelmente já passaram por uma entrevista de emprego — um encontro que pode ser bastante tenso para o candidato, que muitas vezes se entrega ao nervosismo e acaba dando respostas clichês e previamente ensaiadas. Embora seja comum e compreensível, este tipo de comportamento pode prejudicar a conquista do emprego, já que os recrutadores desejam conhecer melhor os candidatos.

Para proporcionar maior conforto para o entrevistado e, principalmente, para garantir que a entrevista seja proveitosa para a empresa que está em busca do candidato ideal para preencher uma vaga, a entrevista comportamental pode ser uma excelente ferramenta.

O que é uma entrevista comportamental?

A entrevista comportamental é uma entrevista de emprego composta por perguntas elaboradas de modo a dificultar respostas ensaiadas, pois exigem que o candidato fale a respeito de sua história de vida e suas experiências profissionais. Trata-se de uma opção muito interessante para a empresa, pois permite a identificação mais profundo do perfil de cada indivíduo.

Dicas de como aplicar uma entrevista comportamental

Pergunte sobre situações ruins ou negativas

É absolutamente normal que, ao longo da vida profissional, as pessoas tenham que lidar com indivíduos e situações que são desagradáveis de alguma forma. Questionar sobre esses momentos é uma excelente forma de descobrir como o candidato lida com as adversidades e se ele é capaz de trabalhar em prol da equipe, mesmo em situações negativas. É preciso que o candidato saiba lidar com essas situações para que elas não afetem seu desempenho.

Questione sobre suas motivações

Fuja do clichê da pergunta sobre as motivações pessoais e profissionais com a pergunta “Você já teve que aceitar algo que não concordava?”, por exemplo. Analise a resposta do entrevistado,  isso lhe dirá muito sobre o pensamento coletivo e sobre como ele lida com as ideias alheias, sobre as ideias próprias e decisões que toma quando está em tal posição.

Pergunte delicadamente a respeito dos defeitos

Esta dica é para evitar o clichê na resposta do candidato : ao invés de pedir explicitamente para que ele fale sobre seus pontos negativos, pergunte “por qual razão você acha que poderia ser demitido?”. Essa pergunta induz o candidato a expor seus defeitos, demonstrar humildade e reconhecer que não é perfeito.

Aborde o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional

A vida profissional muitas vezes afeta o desempenho profissional, e isso é considerado natural até certo ponto. Questionar sobre situações em que o candidato teve que procurar um equilíbrio entre esses dois âmbitos e entender como ele agiu nessas situações é relevante para descobrir a capacidade do candidato em separar as suas realidades.

Fonte: www.sigaempreendendo.com.br

, , ,

É melhor investir em redes sociais ou na criação de um site?

De um lado, a fácil integração proporcionada pelas redes sociais, por ferramentas como o Facebook, Instagram e Twitter. Do outro os sites que são encontrados mais facilmente pelo Google. E agora, em qual investir?

A dúvida é grande e o debate também. São opiniões diversas. Muitos empreendedores, especialmente os de pequeno porte em fase inicial de negócio, acreditam que apenas as redes sociais são suficientes para satisfazer sua clientela. Eles abrem um perfil empresarial nas redes sociais e, devido à rápida interação com os clientes, acabam focando somente nessas mídias. Por outro lado, Google, considerada a ferramenta mais eficiente de busca, só prioriza sites em sua leitura.

Antes de tudo, é preciso entender os motivos e a dinâmica dos negócios nas plataformas digitais.

Por que minha empresa precisa ter um site ou estar nas redes sociais?

Primeiro passo é entender os motivos para colocar sua empresa na internet. Os últimos dados revelam que o Brasil tem 120 milhões de usuários conectados, segundo pesquisa da UNCTAD. E onde está a sua marca?

A internet é hoje a principal vitrine para venda de produtos e serviços. Em poucos cliques, uma pessoa consegue encontrar o que quer, ter informações detalhadas, opiniões diversas e decidir como, onde e de quem ela quer consumir. Ainda que a compra não seja feita online, aproximadamente 70% das pessoas buscam informações na internet antes definir qualquer ação de consumo, seja ela comprar algo, escolher um serviço ou selecionar um destino de lazer. Estar conectado com sua clientela é essencial para os dias atuais.

Redes sociais x criação de um site: como escolher?

Os dados revelam que a melhor alternativa é estar presente em ambas as opções e buscar estratégias de marketing digital para cada uma das ferramentas de acordo com seu público. É bem verdade que plataformas sociais facilitam e são ótimas fontes de divulgação e interatividade porém conversões como compra, aquisição e contratações se dão quase que exclusivamente através dos sites empresariais. Contudo, uma ferramenta não exclui a potencialidade da outra. A criação de sites também fortalece a marca da empresa. Na verdade, as duas opções contribuem comprovadamente para o seu negócio crescer.

E mais: cada uma tem seu papel no meio digital.

Vantagens das redes sociais

Antes de decidir o que comprar, 77% das pessoas buscam uma “ajudinha” das redes sociais, como Facebook e Instagram, por exemplo, segundo a pesquisa PricewaterhouseCoopers (PwC). Elas oferecem informações que impactam diretamente na decisão do quê e onde comprar, além de serem decisivas na escolha de um serviço. Os principais atrativos das redes sociais são:

  • São gratuitas – para ter uma conta, basta criar um perfil nas páginas oficiais com um e-mail;
  • Interação – Os clientes têm acesso rápido e fácil para ver os produtos e serviços, bem como comentar, deixar opinião ou tirar dúvidas;
  • Público expressivo – Os brasileiros gastam, em média, 13 horas do dia em redes sociais. Ou seja, a chance de ele ver sua marca é alta, ainda que necessite investir em estratégias pagas.

Vantagens da criação de um site

Apesar do sentimento de insegurança do internauta, 93% dos conectados já realizaram compras online.

Para se sentirem protegidos, eles recorrem a algo que as redes sociais não oferecem. Pois é, 70% dos consumidores só compram em sites. E te digo mais, em sites que tenham selos de segurança, certificados SSL. Os dados são da pesquisa “Consumidor Digital”, da Conversion. Esses são alguns pontos principais da criação de site:

  • Serviço online – sites oferecem a possibilidade de o internauta contratar o serviço dentro da própria plataforma, como é o caso do e-commerce;
  • Confiabilidade – a página oficial na internet gera credibilidade, é um verdadeiro cartão de visitas. O internauta sente mais confiança pois pode encontrar, de uma vez só, dados mais completos sobre a empresa, seus produtos e serviços oferecidos;
  • Segurança – sites podem adquirir selos de segurança oficial, o que permite que dados bancários e formulários cadastrais estejam seguros durante uma compra online;
  • Google – Nem sempre a pessoa precisa saber o nome da sua empresa ou marca para encontrá-la no Google. Se o seu site estiver otimizado e bem ranqueado, ao procurar pelo serviço ou produto que você oferece, seu potencial cliente pode te encontrar mais facilmente e da maneira mais comum, através dos buscadores;
  • Integração com redes sociais – É possível integrar os perfis de redes sociais da sua empresa no seu site, ampliando a conexão dos seus clientes em todas as plataformas que você atua.

A partir dessas informações, nós te perguntamos:

Onde você quer estar quando esses potenciais clientes te procurarem? Sem dúvidas, o seu interesse é estar disponível com todos os seus serviços e produtos para atendê-los, não é verdade? E para competir com os concorrentes no mercado digital é essencial a sua empresa estar bem posicionada, ativa e com um site que passe credibilidade com a sua marca.

A criação de um site que seja responsivo, ou seja, que tenha elementos que se ajustem aos tamanhos de tela existentes no mercado, com conteúdo útil, facilidade de encontrar e carregar, entre outros pontos, ajuda a sua empresa a aparecer mais e se posicionar melhor no mercado virtual. Associar isso a um projeto de marketing digital estratégico, focado em geração de conteúdo e nas redes sociais, impulsiona ainda mais suas metas empresariais.

Fonte: netguarana.com.br

, , ,

E-consumidor da Região Metropolitana de Ribeirão Preto cresce

O e-commerce representa um importante pilar da economia brasileira, com previsão de faturar quase R$ 80 bilhões em 2019, e Ribeirão Preto já é a 16ª que mais compra pela internet.

Segundo dados do relatório E-consumidor da Região Metropolitana de Ribeirão Preto

realizado pelo ComEcomm (Comitê de Líderes de E-commerce), grande parte da população economicamente ativa da região compra com frequência pela internet (93% dos entrevistados).Constata-se que o ato de pesquisar na internet antes de comprar numa loja física corresponde a 92% dos consumidores.

Outro dado é que 80% da população prefere comprar pela Internet do que ir na loja física, e adentrando outras perguntas do formulário é possível traçar estratégias pelos lojistas da região para poder conquistar esses consumidores, quais as expectativas e preferências para não deixar esse faturamento ir para um concorrente de outra região ou daqui mesmo.

Fonte: abcomm.org

, ,

A importância da mídia impressa

mídias impressas

Você sabe qual a importância da mídia impressa? Nesse post, vamos te mostrar a importância desse investimento.

Tão importante quanto o cenário digital, a mídia impressa continua sendo um meio de comunicação bastante utilizado no mercado, principalmente por publicitários e jornalistas que trabalham com impressos gráficos.

De maneira resumida podemos dizer que ela abrange particularmente os materiais impressos em gráficas.

O meio impresso pode ser divulgado nos mais variados veículos de comunicação, como é o caso das revistas, jornais, informativos, anuários ou em peças avulsas com malas-direta, folders, flyers e outdoors, sendo estes categorizados também como mídia exterior.

Outro detalhe que vale a pena ser mencionado é que esses materiais podem ser feitos nos mais diferentes tipos de acabamentos, papeis, adesivos, plásticos, variando em cores, efeitos e tamanhos.

No ranking geral, a mídia impressa está em quarto lugar e passou de 42% para 45% em nível de confiança.

Antes dela, vêm às forças armadas em primeiro lugar, seguida pela igreja católica e o ministério público. As emissoras de televisão estão em sexto lugar e também apresentaram crescimento de credibilidade no ranking indo de 31% para 34%.

Pesquisas recentes demonstram que sobe o número de leitores da mídia impressa e, igualmente importante, sobe também o nível de confiança nessa forma de mídia em relação à mídia digital: 60% dos entrevistados preferem ler no papel e confiam nesse suporte; 84% dos brasileiros não confiam em informações de redes sociais; 83% desconfiam de blogs.

O que é mídia impressa?

Também conhecida como mídia off-line, a mídia impressa é um dos meios de comunicação mais comuns que existem, tanto que é muito raro ouvir alguém que nunca viu algum anúncio nesse tipo de impresso.

Pode-se afirmar ainda que é um recurso da publicidade que, mesmo com o passar dos anos, consegue manter-se renovado no mercado.

Por mais que muitas pessoas acreditem que com o avanço da mídia digital a impressa iria ficar de lado, o fato é que essa situação só contribuiu para que aumentasse ainda mais as exigências com relação à qualidade dos impressos.

Pode-se dizer que ela é de fácil transporte, sendo bem popular, se adapta ao ritmo do leitor e possui baixo custo, por isso que as empresas ainda a utilizam muito.

Tipos

  • Folders, flyers, take one, catálogos;
  • Lâminas de venda;
  • Merchandising no PDV;
  • Materiais promocionais;
  • Apresentações em ppt ou pdf;
  • Customização de estandes;
  • Criação de displays;
  • Ambientação e sinalização;
  • Projetos especiais;
  • Criação de campanhas;
  • Mídias sazonais.

Vantagens

  • Materiais impressos dificilmente deixarão de existir;
  • É integrável a qualquer meio;
  • Alta credibilidade;
  • Não é necessário o uso de meios externos para ser divulgada;
  • Vasto poder de divulgação, permitindo com que a distribuição seja local e direta, sem necessidade de aparelhos eletrônicos para o envio das informações;
  • Mídia bastante popular;
  • Permite releitura e leitura seletiva;
  • Possui um público consolidado;
  • De fácil adaptação ao ritmo do leitor;
  • Não é necessário um horário pré-determinado de distribuição;
  • Conteúdo mais aprofundado;
  • Possui um menor custo quando compara às outras mídias;
  • De fácil transporte.

Além dessas vantagens, ainda é possível mencionar que esse tipo de mídia tem a preferência do público, já que este gosta bastante dos meios impressos, na grande maioria das vezes, sem esquecer-se de mencionar que nela é possível descrever determinados produtos com mais detalhes, o que gera maior força no momento da decisão de compra.

Desvantagens

  • É necessário produzir o material com antecedência para que o mesmo consiga ser entregue dentro do prazo previsto;
  • Quando em grande quantidade, é um material de difícil transporte;
  • Circulação restrita geograficamente;
  • A impressão colorida encarece os preços;
  • É mais difícil manter a atenção do usuário.

Claro que não podemos deixar de mencionar aqui que a interatividade é mais difícil de ser conseguida, a impressão colorida encarece os custos e é mais difícil alcançar a motivação e manter a atenção do usuário.

Um aspecto importante a ser considerado pelas instituições que elaboram mídias impressas é o tempo de preparação, certos materiais bem elaborados envolvem grandes equipes e demandam muito tempo para sua produção.

Diante da pressão dos prazos curtos de entrega nem sempre é possível levar em conta toda a complexidade de fatores envolvidos na elaboração de materiais educacionais.

O que gera uma contradição entre a exigência de qualidade nos materiais impressos e a demanda crescente do mercado.

Contudo, um fato de grande importância que deve ser levado em consideração pelas empresas que trabalham com mídia impressa é o tempo de preparação.

Alguns materiais podem envolver muitas pessoas em sua confecção, o que demanda tempo para sua produção.

Mas quando você entrega o seu material a uma gráfica de qualidade, que trabalha com rapidez e agilidade, esse problema ganha uma solução.

A Gûte Propaganda pode te ajudar a impulsionar seu negocio, com mídias impressas e digitais nós oferecemos uma grande gama de serviços para aprimorar e alavancar sua empresa. Conte conosco!

Fonte: promopress.com.br  (modificado)

,

O que uma Agência de Marketing Digital faz?

“Preciso contratar uma agência de marketing digital”, essa é uma expressão que vem ganhando bastante força nos últimos anos. Mas afinal o que faz uma agência de marketing digital? Porque os serviços oferecidos por essas empresas são tão importantes?

Agências de marketing digital são empresas que foram criadas a partir da necessidade do mercado online. Com a propagação da internet as pessoas começaram a consumir cada vez mais produtos e serviços através da web, e devido a esse consumismo as agências de marketing digital surgiram para facilitar as ações entre clientes e empresas.

As agências de marketing digital recebem um desafio, de fazer empresas conhecidas no mercado online, em um mundo cheio de concorrentes onde a tecnologia está cada vez mais ao alcance de todos. Tudo isso aliado a um diferencial, proporcionar um elo entre cliente e empresa, não basta apenas ter o cliente no momento da compra, ele deve se sentir atraído em acompanhar a empresa, para contribuir com seu crescimento.

 

Desenvolvimento de site

Quando site é desenvolvido por agências especializadas, fica muito mais fácil colocar em prática as ações de SEO, pois o site terá toda uma estrutura planejada para ser ranqueado pelo Google. O layout será feito de acordo com o perfil da empresa, cores adequadas sem chamar atenção indevida.

Gerar conteúdo de qualidade

Conteúdo que sejam relevantes para o cliente é um dos principais fatores para o sucesso de um site ou blog. As pessoas têm que se sentirem atraídas para visitar sua loja, fan page ou qualquer mídia social em que esteja presente. Nada melhor que assuntos de utilidade, que possam ajudar de alguma maneira, ou que traga esclarecimentos. Os profissionais do marketing digital, além de escolherem os assuntos mais adequados para cada cliente, utilizam palavras chaves nos textos, para ajudar na otimização do site.

Uso das Palavras Chaves ou KeyWords

As palavras chaves são muito importantes no trabalho realizado pelas agências de marketing digital, elas estão relacionadas diretamente com sua empresa e são responsáveis em levar o site a ser visualizado nos motores de busca.

As KeyWords vão ajudar na otimização do site, empregando as técnicas de SEO.

Utilizam a técnica (SEO) – Search Engine Optimization

São métodos usados pelo Marketing Digital para aprimorar o posicionamento de um site, deixando ele nas primeiras páginas do Google.

Monitoramento das redes sociais

Esse serviço oferecido pelas agências de marketing digital, tem tido uma procura muito grande nos últimos tempos. Não basta apenas se fazer presente nas redes sociais, é preciso saber se comportar diante dos consumidores. Veja o porquê as redes sociais devem ser administradas preferencialmente por profissionais de marketing: Acompanhar os comentários; responder todas as postagens que tenham dúvidas sobre o seu negócio; resolver uma possível crise; postar conteúdos relevantes; evitar propagandas excessivas pois isso cansa as pessoas.

Administrar publicidade no facebook

O facebook tem sido um forte aliado para as empresas, devido seu grande número de usuários, seja através de maneira orgânica ou campanha paga.

As agências de marketing digital também oferecem esses serviços como:

Link patrocinado que é uma publicidade paga usada para direcionar sua empresa ao público-alvo de acordo com a palavra-chave ligada ao seu negócio.

Remarketing – O cliente visita sua página mas não finaliza a compra, logo ele vai receber anúncios na timeline da rede social, daquele produto que ele se interessou mas não comprou, isso aumenta suas chances de conversão.

Desenvolvimento de campanhas em mídias digitais

Todas as campanhas publicitárias necessitam de um planejamento, é preciso saber quem são os concorrentes e conhecer o público alvo, para então ver quais serão as melhores estratégias a serem utilizadas.

Acompanhamento e definição de métricas para avaliação das ações

Saber quem são as pessoas que vistam sua loja, quem são os clientes que não finalizaram compras, taxa de conversão, taxa de rejeição. Todos esses dados são necessários para saber como a empresa deve prosseguir, onde estão os erros, como podem ser os acertos.

Esses são os principais serviços que as agências de marketing digital oferecem para garantir o sucesso de um negócio online. Elas trabalham com profissionais capacitados de vários setores, como publicidade, marketing, jornalismo, web designer. Cada um exerce uma função específica, mas todos com mesmo objetivo, proporcionar satisfação ao cliente que contratou o serviço.

 

Fonte: Geração Interativa
(http://geracaointerativa.com.br/noticias-marketing-digital/375-o-que-uma-agencia-de-marketing-digital-faz.html)

Gute

Olá, tudo bem.

Estamos abrindo o nosso blog para poder compartilhar com vocês as experiências, as dificuldades e todas as atividades que envolvem o dia a dia de uma agência de publicidade e marketing digital.

A Güte teve origem em 2009 …